Inicial Inicial

Trabalho de orientação sobre raiva humana transmitida por morcegos

109
Compartilhar

O responsável pela vigilância sanitária Roberto Pires, vigilância epidemiológica enfermeira Katiuscia Zoli e o técnico em vigilância sanitária Cosme de Oliveira,visitaram as escolas de Porecatu onde realizaram trabalho de orientação sobre raiva humana transmitida por morcegos.

Foram entregues aos diretores, orientações que a população deverá seguir ao encontrar morcegos:

  • Evite tocar em qualquer morcego, vivo ou morto;
  • Os morcegos são animais de hábitos noturnos. Quando encontrados caídos ou voando de dia, podem estar doentes, com o vírus da raiva;
  • Ao encontrar um morcego nessas condições, ou mesmo morto, avise o serviço de saúde Municipal, (Vigilância Sanitária Municipal) Contato: (43) 3623-3146;
  • O contato direto com morcegos por toque, arranhões ou mordidas é grave. Caso isso aconteça, procure a unidade de saúde mais próxima;
  • Mantenha seus animais de estimação, cães e gatos, com a vacina da raiva em dia.

No caso de sofrer agressão (mordedura, lambedura ou arranhões):

  • Lave o ferimento imediatamente com água corrente e sabão;
  • Procure rapidamente uma unidade de saúde;

Faça o tratamento indicado sem faltar às vacinações.