Inicial Notícias

Prefeitura realiza levantamento de índice rápido de Aedes aegypti

127
Compartilhar

A Secretaria da Saúde, por meio da Vigilância em Saúde e Endemias, realizou o Levantamento de Índice Rápido de infestação do Aedes aegypti (LIRAa). Os agentes de combate a endemias, devidamente identificadas com uniformes e crachás, visitaram casas de toda a área urbana de Porecatu, sempre em dias úteis e no horário de expediente (das 8h às 12h e das 13h às 17h).

A atividade é fundamental para o mapeamento dos principais focos de criadouros do vetor da tríplice epidemia, que transmite a dengue, zika e chikungunya.

Levantamento de Indíce Aedes Aegypti
Lira (Janeiro 2018)               Lira (Abril/18)            2018

LOCALIDADE ABRANGÊNCIA INDICE JANEIRO/18 INDICE ABRIL 18
ESTRATO 1 TRÊS CONJUNTOS, CONJUNTO CAFEZAL, ALTO BOA VISTA, DONA SIDÔNIA, SUMARÉ, VILA IGUACU, SOL POENTE E CATANDUVA 9,7% 0,4
ESTRATO 2 CENTRO, METRÓPOLE, JARDIM SANTO ANTONIO, VILA PARANAPANEMA, SÃO JOÃO, SÃO PAULO, OLGA ATALLA, GARÇÊS, VL. BETE, UBALDINO DI MIGUELLI, JOSEFINA LUNARDELLI, GUAÍRA 6,1% 0,9
UCP PARQUE INDUSTRIAL 1 E 2, VILA TORTA, INDUSTRIAL, OPERÁRIA E CONGO 2,5% 4,0
MUNICÍPIO ESTRATO 1 E ESTRATO 2 7,8% 0,7

A.O.M.S. – Organização Mundial de Saúde considera

ÍNDICE RISCO DE EPIDEMIA
Até 1% Baixo risco de epidemia
1,1 – 3,9% Médio risco de epidemia
Acima 4% Alto risco de epidemia

A situação atual do nosso município é de baixo risco de epidemia. Porém, devemos estar sempre atentos e evitar situações de risco. O descuido da população em evitar os criadouros do mosquito (latas. vasos de plantas. tambores, pneus velhos, etc.) nos seus imóveis contribuem para o agravo da situação do município.
A população deve estar atenta, não proporcionando condições para a proliferação do mosquito da dengue. Impedindo assim uma nova epidemia em nosso município.